O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba cassou, nesta segunda-feira (20), por 4 votos a 3, os mandatos do prefeito do município de Dona Inês, João Idalino da Silva, e do vice, Demétrio Ferreira da Silva. Ao cassar os mandatos, a Corte determinou a realização de novas eleições no município. João Idalino e Demétrio Ferreira são acusados de conduta vedada e abuso de poder político em período eleitoral.

Além da cassação do prefeito e vice do município, o TRE tornou ainda inelegível o ex-prefeito de Dona Inês, Antônio Justino, acusado de juntamente com a ex-secretária, Sofia Ulisses, ter utilizado a máquina da Prefeitura Municipal para favorecer as então candidaturas de João Idalino, esposo de Sofia Ulisses, e Demétrio Ferreira, ao Executivo municipal.

O RádioBlog tentou, sem sucesso contato com João Idalino e Demétrio Ferreira, e deixa aberto espaço para eventual manifestação.

 

 

Fonte: Paraíba Rádio Blog

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Judiciário
Comentários estão fechados.

Veja Também

Prefeitura de Monteiro realiza mutirão de testes para Covid-19

A Prefeitura de Monteiro promoveu no último sábado, através da Secretaria de Saúde por mei…