Especialistas da Dataprev e do Ministério da Cidadania trabalham para concluir ainda nesta terça-feira (21) o processamento e homologação das informações de mais de 9,9 milhões de brasileiros, para que esses dados sejam enviados à Caixa Econômica Federal. A validação do cadastro é um procedimento para a concessão do auxílio emergencial.

Os órgãos conseguirão, então, finalizar a análise dos 23,1 milhões de requerimentos disponibilizados até agora pelo banco, recebidos através do aplicativo ou do portal da Caixa entre os dias 7 e 10 de abril, referentes ao Grupo 1 – composto pelos microempreendedores individuais (MEIs), contribuintes individuais (CIs) e trabalhadores informais. Os cruzamentos consideram os critérios estabelecidos na Lei n. 13.982 de 2 de abril de 2020 e todas as informações obtidas passam por um processo de homologação do Ministério da Cidadania.

A primeira remessa dos cadastros foi recebida pela Dataprev, na madrugada do dia 12 de abril. Para otimizar a análise, o processamento foi dividido em três lotes. O primeiro lote foi entregue à Caixa no terceiro dia útil (15), a contar do recebimento dos dados. Já o segundo lote foi entregue no dia 19 de abril, após cinco dia. E o terceiro será transmitido amanhã (21).

No sábado (18), a Dataprev recebeu da Caixa a segunda remessa de dados, contendo os cadastros concluídos entre os dias 11 e 17 de abril. A previsão é enviar o primeiro lote de resultados até quarta-feira (22) no final do dia. Já o segundo – e último lote – deverá ser encaminhado na noite da sexta-feira (24). Os resultados somente são enviados à instituição financeira federal, após homologação do Ministério da Cidadania.

De acordo com a Caixa, pessoas inscritas no Cadastro Único que não se enquadrem nos critérios da lei e discordem da análise, podem apresentar novo pedido por meio do aplicativo e portal da Caixa. O serviço foi disponibilizado hoje pelo banco. A medida também vale para os requerimentos dos trabalhadores informais.

Segundo a Caixa, o aplicativo já registrou ontem mais de 42,2 milhões de requerimentos do auxílio emergencial do Governo Federal. Ao todo, 24,2 milhões de brasileiros receberam recursos. Os créditos já somam 16,3 bilhões. O banco também antecipou o crédito da segunda parcela para os beneficiários elegíveis do Cadastro Único e para os que se inscreveram no aplicativo ou no site auxilio.caixa.gov.br.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Economia
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça intima grupo de Genivaldo Tembório à retirar pesquisa fake das redes sociais

Na tarde da última quinta-feira (22), a Coligação Mudar Para Crescer que tem como candidat…