Pensando na preservação da vida, a suplente de deputada federal, vereadora Eliza Virgínia (PP), se diz contra o aborto em casos de infecção por Zika Vírus, na manhã desta quinta-feira (23). O posicionamento da parlamentar é referente ao julgamento que o Supremo Tribunal Federal (STF) irá realiza nesta sexta-feira (24), que descriminaliza o aborto no Brasil. “Pessoas estão morrendo por coronavírus, mas também muitas crianças estão morrendo por aborto”, diz a suplente.

Para a vereadora Eliza, o STF não deveria acolher pautas que são referentes a legislação, que é uma questão para os deputados e senadores. “Eu nunca vi um deputado ou senador querendo julgar uma causa, e agora os juízes querendo legislar. Eles estão lá para julgar, para analisar a constituição. Então me coloco totalmente contra a discriminação do aborto em nosso país, temos que dar valor a vida”, pontou a parlamentar.

Eliza expõe sua preocupação com o avanço dessas decisões. “Sobre essa questão dos abortos, já foram aprovados por questões de estupro, por risco morte gestante e pela anencefalia. Então os próximos serão a cegueira, a má formação e síndrome de down? Eles falam tanto de preconceito, mas será que isso não será também uma discriminação, de querer extinguir o outro por ser diferente de nós”, questionou Eliza.

A vereadora tem feito live no Instagram sobre essa temática e também tem realizado campanha nas redes sociais.

 

 

Assessoria.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Candidatos a vereador rompem com Micheila Henrique e anunciam apoio a Anna Lorena, em Monteiro

A candidatura à reeleição da prefeita Anna Lorena (PL) não para de receber adesões. Neste …