Sergio Moro mostrou também ao JN mensagens de WhatsApp trocadas entre ele e a deputada Carla Zambelli, bolsonarista de quem Moro é padrinho de casamento.

“Por favor, ministro, aceite o ‘Ramage’”, escreveu a deputada –referência a Alexandre Ramagem, o delegado que é o favorito de Carlos Bolsonaro para chefiar a Polícia Federal.

Zambelli também se comprometeu a ajudar Moro a obter uma vaga no STF se ele aceitasse a nomeação de Ramagem. O então ainda ministro respondeu: “Prezada, não estou à venda”.

A deputada insistiu: “Ministro, por favor… milhões de brasileiros vão se desfazer”. E depois: “Por Deus, eu sei. Se existe alguém no Brasil que não está à verba [sic] é o sr.”.

Zambelli disse ao JN que não vai comentar o caso.

 

 

Fonte: O Antagonista

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Felisardo Moura registra candidatura no TSE pelo Democratas para disputar Prefeitura da Prata

O Democratas (DEM) registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a candidatura do poeta …