O governador da Paraíba, João Azevêdo Lins Filho (Cidadania), lamentou a falta de pulso firme do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), no combate ao novo coronavírus. Nas últimas horas o país ultrapassou a marca das 10 mil mortes e os números só tendem a aumentar.

“O que precisávamos é que a maior liderança do país tomasse a frente e não nas entrevistas fosse brigar ou ofender jornalistas, agredir pessoas, governadores e prefeitos que estão pensando diferente, mas puxasse para si a responsabilidade de comandar o processo de combate à pandemia e não é isso que estamos vendo”, desabafou.

Para o governador, Bolsonaro deveria começar a visitar hospitais em vez de fazer aglomerações visitando padarias. “Já que ele gosta tanto de sair, seria bom que ele visitasse os hospitais do Rio de Janeiro, de São Paulo, para ver o que está acontecendo com quem está na ponta”, emendou.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Presidente do TSE alerta sobre cuidados sanitários na campanha e pede debate sem ódio e sem mentiras

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, alertou …