A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) cobrou explicação do governador João Azevêdo Lins Filho (Cidadania) sobre os motivos que levaram o Governo da Paraíba a não ingressar junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação para receber recursos do Ministério da Justiça e Segurança Pública para ações de combate à criminalidade, assim como fizeram outros estados brasileiros.

A informação consta no relatório do Senado Federal e no Decreto 10.323/2020, indicando a transferência de R$ 806.765.236,00 para reforço de dotações constantes da Lei Orçamentária vigente, destinados aos Estados e o Distrito Federal.

“Apresentamos esse pedido de informação para que o Procurador Geral do Estado, Fábio Andrade, forneça, no prazo constitucional, essa informação. Não é possível que o Governo do Estado esteja tão bem financeiramente para perder os prazos processuais e assim rejeite recursos de investimentos na segurança pública. Precisamos saber o que aconteceu para que, apenas a Paraíba, tenha ficado de fora de receber esses recursos do Governo Federal”, destacou Camila.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Presidente do TSE alerta sobre cuidados sanitários na campanha e pede debate sem ódio e sem mentiras

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, alertou …