A Comissão do Impeachment da Alerj, que mais cedo atingiu os 13 votos necessários para aprovar o prosseguimento do processo de impeachment de Witzel, concluiu a votação agora há pouco.

Foram 24 votos a zero, incluindo o do relator, Rodrigo Bacellar (Solidariedade); do presidente, Chico Machado (PSD); e de Luiz Paulo (PSDB), co-autor do pedido ao lado da deputada Lucinha, também tucana.

Votaram a favor do prosseguimento do impeachment de Witzel:

Rodrigo Bacellar (Solidariedade; relator)
Alexandre Freitas (Novo)
Bebeto (Podemos)
Brazão (PL)
Carlos Macedo (Republicanos)
Dionísio Lins (PP)
Dr. Deodalto (DEM)
Eliomar Coelho (PSOL)
Enfermeira Rejane (PCdoB)
Gustavo Schmidt (PSL)
Léo Vieira (PSC)
Luiz Paulo (PSDB; co-autor do pedido)
Márcio Canella (MDB)
Marcos Abrahão (Avante)
Marcus Vinicius (PTB)
Marina Rocha (PMB)
Martha Rocha (PDT)
Renan Ferreirinha (PSB)
Sub Tenente Bernardo (Pros)
Val Ceasa (Patriota)
Valdecy da Saúde (PTC)
Waldeck Carneiro (PT)
Welberth Rezende (Cidadania)
Chico Machado (PSD; presidente da comissão, último a votar)

Votaram contra o prosseguimento do impeachment de Witzel:

Nenhum deputado

Ausente:

João Peixoto (DC; internado com COVID-19)

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Legislativo
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça intima grupo de Genivaldo Tembório à retirar pesquisa fake das redes sociais

Na tarde da última quinta-feira (22), a Coligação Mudar Para Crescer que tem como candidat…