Não é de hoje que a cidade da Prata, conta com diversos disseminadores de ódio nas redes sociais, principalmente aqueles que criticam veementemente a oposição do município. O caso que o Política Parahyba investigou e está trazendo a tona, é de uma blogueira do município, Nathaly Brito, que ultimamente tem feito diversos ataques a oposição, mas a mesma têm através da secretaria de educação, um salário de 1.500 (mil e quinhentos reais).

Nathaly Brito, chegou a ameaçar publicamente um correligionário da oposição, pelo o simples fato de ter denunciado um descaso na cidade, cometido pelo o partido situacionista. Conforme foto abaixo: 

 

Nathaly como é conhecida, recebe este gordo salário da prefeitura da Prata, como chefe de setor da secretaria de Educação e Turismo do município, conforme dados atualizados do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres). VEJA:

 

A pergunta que não quer calar, e todo cidadão pratense questiona neste momento, será que a prefeitura da Prata através das Secretarias de Comunicação e de Educação, estariam pagando a influenciadores digitais da cidade, para atacar a oposição, e assim beneficiando a pré-candidatura, de Genivaldo Tembório à prefeitura da Prata?

Cabe ao prefeito, Júnior de Nôta e ao seu pré-candidato, Genivaldo Tembório, dar as devidas explicações ao povo.

 

 

REDAÇÃO DO POLÍTICA PARAHYBA

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça intima grupo de Genivaldo Tembório à retirar pesquisa fake das redes sociais

Na tarde da última quinta-feira (22), a Coligação Mudar Para Crescer que tem como candidat…