O candidato a prefeito pela coligação ‘O trabalho continua’, Genivaldo Tembório (Cidadania) pode ter o registro de candidatura cassado por conduta vedada pela legislação eleitoral, por supostamente está intermediando a doação irregular de terrenos. Genivaldo é o candidato apoiado pelo atual gestor da Prata, Antônio da Costa Nóbrega Júnior, popularmente conhecido como Júnior de Nôta.

Um áudio que circula nos grupos de whatsapp, revela que o candidato Genivaldo Tembório, estaria ludibriando a população, doando o mesmo terreno para várias pessoas, com intuito de angariar mais votos, caracterizando o uso da maquina pública para fins eleitorais.

A doação ilegal de terrenos no período eleitoral, pode ser entendido pela Justiça Eleitoral como abuso de poder político e uso da máquina, sendo entendido, como conduta vedada em ano eleitoral previsto no Artigo 73 da Lei nº 9.504/97, que proíbe aos agentes públicos no pleitos eleitorais ceder “bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta”.

Ouça o áudio:


Veja o documento:

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Gabriel Moura
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

Justiça intima grupo de Genivaldo Tembório à retirar pesquisa fake das redes sociais

Na tarde da última quinta-feira (22), a Coligação Mudar Para Crescer que tem como candidat…