Com mais uma derrota na Justiça para retirar a candidatura própria do PT em João Pessoa, que disputa a Prefeitura da Capital com o deputado estadual Anísio Maia, a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann decidiu formalizar uma comissão interventora para assumir a instância de João Pessoa.

A comissão será investida de todos os poderes de deliberação aplicando no que couber a competência de comissão provisória, de acordo com o artigo 247º do Estatuto.

O Diretório Nacional ainda vai deliberar sobre a intervenção em João Pessoa, durante reunião que será realizada no dia 14 de outubro às 10 horas.

Até lá, a presidente municipal do PT de João Pessoa, Giucélia Figueiredo terá que apresentar uma defesa por escrito até o dia 12 de outubro e desde já o Diretório Municipal fica convocado para apresentar defesa oral durante a reunião do Diretório Nacional.

Gleisi Hoffmann explica que diante da insurgência da Direção Municipal, torna necessária a intervenção para garantir o cumprimento das disposições partidárias sobre o processo político eleitoral, uma vez que, o Diretório Nacional frente à confirmação da candidatura de Ricardo Coutinho, havia decidido pela anulação parcial da convenção realizada pelo Diretório Municipal de João Pessoa determinando coligação majoritária com o PSB, mas ainda assim, entre outros atos de indisciplina da presidente municipal, pediu a impugnação da candidatura de Ricardo Coutinho e ainda sustenta a candidatura de Anísio Maia.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Notícias
Comentários estão fechados.

Veja Também

João Azevêdo visita obras e apresenta investimentos que somam mais de R$ 189 milhões em Patos

O governador João Azevêdo esteve, nesta sexta-feira (23), em Patos, no Sertão da Paraíba, …