O desembargador Joás de Brito Pereira Filho, atual vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) reforçou, durante entrevista nesta sexta-feira (23), a preocupação constante do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no sentido de evitar publicações com falsas informações, nas redes sociais e aplicativos de mensagens.

Segundo ele, as notícias falsas podem, inclusive, beneficiar candidatos que não mereceriam votos. O importante, de acordo com o desembargador, é que a democracia seja preservada, sem interferências externas.

“É importante que as pessoas se conscientizem que as fake news não são boas para a democracia e que podem inclusive eleger pessoas que não mereceriam os votos, sendo necessário que todos tenham responsabilidade e chequem as informações” disse ele.

O desembargador ainda ressaltou que uma propaganda legítima é aquela onde os candidatos propagam suas ideias, seus projetos e seus feitos, diferentemente daquela a ser evitada onde há ataques e difamações aos outros candidatos. Ele também lembrou que a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), na pessoa do Procurador Rodolfo Alves Silva tem feito um trabalho brilhante, a fim de evitar a propagação das fake News.
Sobre o andamento do cronograma das Eleições 2020 o desembargador registrou que a equipe do TRE-PB é muito experiente e bastante qualificada: “Eles já vêm preparando e organizando tudo com uma boa antecedência e isso favorece para que tudo ocorra com muita tranquilidade, no dia 15 de novembro”, frisou ele.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Hagnon Halberto Carvalho da Silva
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Jair Bolsonaro destina crédito suplementar de R$ 15 milhões para obra de adequação da BR-230 na Paraíba

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por meio do Ministério da Infraestrutura, desti…